terça-feira, maio 07, 2013

Atacante admite o uso de cocaína


O atacante Michael, depois de ser pego no exame antidoping, admitiu o uso de cocaína e não fará a contraprova. Sandro Lima, vice-presidente de futebol do Fluminense, e Rodrigo Caetano, diretor executivo de futebol, falaram sobre o caso:

- Estamos aqui para confirmar o que vocês já sabem (caso de doping). A substância foi cocaína, fomos pegos de surpresa. Ficamos entristecidos. Já encaminhamos o atleta para o departamento médico para prosseguir o tratamento, e o que for possível o Fluminense vai fazer. Nós chamamos o Michael, ele não negou e pediu que nós o ajudássemos - afirmou Sandro Lima.

O pedido de ajuda do jogador será atendido. Segundo Rodrigo Caetano, o clube apoiará o jogador para que ele possa superar o problema e voltar aos gramados, após o cumprimento da suspensão.

- Ninguém gosta de passar por essas situações, mas é uma realidade do nosso país, uma questão sociocultural que temos de enfrentar. Nesse caso, nós chamamos o atleta, que acabou confirmando o uso, e portanto, em conjunto com todos os departamentos do clube, optou-se por não fazer a contraprova, e sim um encaminhamento ao departamento médico e jurídico. Não sabemos que prazo isso vem acontecendo. Temos que ter cautela para preservar o jogador. Temos que fazer a nossa parte. Tratá-lo, cuidá-lo e passar para quem é da área. É isso que vamos fazer.

O atacante será suspenso preventivamente por 30 dias, e caso o Fluminense passe para as quartas de final da Libertadores outro jogador será inscrito em seu lugar.

Sandro Lima ainda comentou que o caso de Michael será uma marco para Laranjeiras, pois a partir de agora a atenção será redobrada nas categorias de base.

- Vamos usar esse caso como ponto de partida para educar, principalmente a base em Xerém. Eu e Rodrigo somos chatos na cobrança. Monitoramos o menino de Xerém, o Fred e o Deco. Ainda mais agora em uma reta decisiva. Michael passa a ser ponto de partida para a gente se preocupar com essas drogas ilícitas.

Um comentário:

  1. Todos nós somos sujeito a fraquezas e o que é mais bonito disto tudo é o caráter deste jogador.
    Até nos momentos ruins, os homens que fazem o Fluminense, fazem a diferença.

    ResponderExcluir

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.