quinta-feira, maio 23, 2013

TANTOS CLICHÊS



Jogos no Rio de Janeiro são complicados de conter a ansiedade. Trabalhar no dia da partida ainda mais sendo importante como era a partida de ontem. Meu Deus! Sinceramente é muito difícil.

Chegando ao estádio nosso grupo fez o ritual de sempre. Descontração total!

Mesmo sabendo que enfrentaríamos um campeão do mundo, em nosso amago um gol pelo menos iria acontecer. Apostávamos em dois e devaneamos em três, mas sabíamos que o jogo seria pra lá de difícil que o time paraguaio não iria querer tomar nenhum gol em sua estada brasileira.

Fluminense entrou em campo ansioso. Assim como nossa torcida. Nas arquibancadas os cânticos estavam embargados ansiosos por um gol.

O time do Olimpia não jogava como um campeão do mundo e covardemente se acuava em seu campo e não incomodava o goleiro Cavalieri que sequer sujou seu uniforme.

Meu tricolor fez uma partida perfeita na parte defensiva como a muito não se via. Obviamente, sei das limitações da minha defesa e isso se deu muito a inoperância da equipe paraguaia, mas faltava mesmo um approach maior do meio campo com ataque. Wagner sobrecarregado na armação e Jean, que após a passagem e convocação para seleção brasileira, parece ter perdido o seu bom futebol, salvo foi um chute que o goleiro espalmou ainda no primeiro tempo, não davam suporte necessário para o time produzir jogadas para o ataque tricolor fizesse o goleiro do time paraguaio trabalhar ainda mais.

Abel mexeu no time de forma acertada, mas o olímpia se fechava cada vez mais em seu campo, chegando a estar com os onze jogadores atrás da linha do meio campo. Rafael Sóbis e Felipe deram um gás, mas não foi possível fazer o gol que a galera que lotou São Januário queria que acontecesse.

Guerreiros:
Não há nada perdido! Jogamos por dois resultados para avançarmos as semifinais do torneio. Muitos clichês podem ser usados nesse momento pela torcida tricolor são os seguintes: É que é um jogo de cento e oitenta minutos! Água mole em pedra dura tanto bate até que fura.

Tenho certeza absoluta que ambos os times jogarão de forma totalmente diferente. Defensores del chaco? Pressão? Nada disso mete medo nesse time de guerreiros!

5 comentários:

  1. O ideal seria um gol, mas não aconteceu. O que me deixa mais assustado é o pessimismo de alguns torcedores achando que está tudo perdido, vejo que nosso clube amadureceu nessa competição e lembrando sempre que é um jogo de 180 minutos e diferente da torcida os jogadores não sairam que nem um louco como se o jogo tivesse que ser decidido ontem. Eu acredito muito na classificação!!!

    ResponderExcluir
  2. Lá eles terão que sair....aí o jogo é outro. Tenho certeza absoluta de que ganharmos lá.

    ResponderExcluir
  3. Amigos, quem não acredita que peça pra sair pois o couro vai comer solto na casa de Noca, Libertadores, time paraguaio, jogo no Estádio mais confusão da competição, os donos da Federação em casa, seremos somente nós e mais ninguém, contra tudo e contra todos, alguma coisa que não podemos superar ? alguma coisa que ainda não sofremos ? alguma coisa que não tenhamos experiência ? a certeza de tudo isso é que o Fluminense é mais time e se jogar o que sabe ganha lá sim,esse tal de Olímpia não é isso tudo não...

    ResponderExcluir
  4. queria saber o que o colunista tem contra o acento grave indicativo de crase?

    ResponderExcluir

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.