quinta-feira, agosto 15, 2013

ATITUDE TRICOLOR





Tudo vale a pena quando a alma não é pequena” – Fernando Pessoa em seu poema mais celebre ou mais conhecido do leigo que vos escreve. Ele toca o fundo da alma até hoje. E usarei esse trecho para dizer que é pura verdade. Sempre vale muito a pena ver o meu Fluminense jogar. Seja nas fases boas ou nessa fase não muito boa, ir ao maracanã com os amigos sempre vale muito a pena. Eleva a alma, inspira e transpira todos os agouros do dia-dia.

Fluminense na noite dessa quarta-feira fria, não deu show e muito menos fez gols, mas mexeu com o sentimento da pouca e boa torcida que não o abandonou na maré baixa. Mexeu pela atitude tomada pelo seu treinador de botar sangue novo, com vontade, mesmo quando essa vontade, esse excesso de vontade se torna afobação ou mesmo inibição.

Vimos que podemos sonhar com um futuro melhor, com jogadores melhores usando o que fabricamos nesse excelente Vale das Laranjeiras chamado Xerém. Temos bons e excelentes jogadores em cada posição basta ter a necessidade, olhar para lá e chamar. Vem Willian, vem Julião, vem Ronan, vem Kenedy e chegamos a ter cinco jogadores abaixo dos vinte anos em campo terminando o jogo com um dos melhores times do Brasil, time esse do Corinthians que toca a bola e sabe onde o companheiro vai estar. Um primor de entrosamento que levo fé que o meu tricolor voltará a ter.

Time desfigurado, desfalcado, mas com brio, muito brio. Vontade na ponta da chuteira e no coração. Quando não dava para ter técnica não pensávamos duas vezes em usar a força e a “técnica” do chutão. Primeiro mandamento era não errar. E conseguimos. Tivemos atenção nos noventa minutos e levamos mais perigo que o atual campeão do mundo. Se não fosse a má pontaria e o outro excesso, o dos impedimentos teríamos tido melhor sorte.

A mudança de esquema protegendo melhor nossa zaga e bela atuação de nossos volantes, outrora criticado aqui por mim foram os pontos positivos do tricolor nessa peleja.

Mudou o pensamento? Não sei. Mudou a atitude, o time correu, suou. Aquele time do Fla-Flu não me representa como diria os populares ultimamente.


A minha torcida é que essa atitude, essa entrega não seja só por uma noite. Que perdure até o fim do campeonato, pois assim ficaremos em um lugar que condiz com a nossa atual realidade. O topo da tabela.

2 comentários:

  1. FABIANO, GOSTO DE SUA POSTAGEM, É TÉCNICA, COM AMOR E ESPERANÇA, NO MEU ENTENDER SEU AMADO CLUBE, VAI PRECISAR MUITO, MUITO DOS JOVENS FEITOS EM CASA, POIS O TIME É RUIM DE DOER NA BACIA DA ALMA, SE VC TIRAR CAVALIERE, CARLINHOS, E SÓBIS, ESSE TIME FICA FRACO DEMAIS, CUIDADO, MUITO CUIDADO O REBAIXAMENTO É LOGO ALI, MAS AINDA É TEMPO, HORAS DE VCS OS APAIXONADOS TORCEDORES ACORDAREM, ALERTAREM PARA O PERIGO, E COBRAREM DA DIRETORIA, AVISEI, MÁ SORTE PRA VCS , UM ABÇ AMIGO, RARARARARARARARA

    ResponderExcluir
  2. Como sempre amigo escrevendo com paixão e uma visão do jogo que poucos tem, cabe só ressaltar que o nosso time foi muito mais time e que o Corinthians se acovardou e se não fosse a ajuda do nosso querido árbitro que nos prejudicou em um pênalti e em dois impedimentos marcado erroneamente, talvez teríamos saídos com a vitória ontem.

    ResponderExcluir

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.