quinta-feira, agosto 22, 2013

NA CONTA DO CAVALIERI



Como disse capitão Nascimento no filme tropa de elite que a "limpa" no morro do Turano seria na conta do Papa. Essa vitória de ontem no maracanã posso dizer o mesmo para o nosso goleiro.

Mais uma vez nosso camisa doze nos salvou do pior.  Foi um placar magrinho para o tipo de competição que é a copa do Brasil, mais foi importante porque exige uma vitória do mandante no jogo de volta o que pode nos proporcionar alguma vantagem mesmo não tendo o contra-ataque potente como tínhamos em 2012.


Luxemburgo pegou uma tarefa das mais ingratas.  Além da obrigação de vencer, normal em times da grandeza do Fluminense, tem a necessidade de revitalizar o time já que é notório que os medalhões e selecionáveis não passam por uma boa fase. Vide o Deco que voltou a sentir uma contusão depois de já estar tanto tempo parado e Jean que não encontra seu melhor futebol e passa os noventa minutos de lampejos. Mas graças ao bom Deus, Cavalieri deixou essa fase para trás e nos últimos jogos trancou o gol com seu reflexo, elasticidade e competência.


Por mais criticado que seja, a maioria de forma injusta, tenho que enaltecer o Carlinhos que vem jogando um bom futebol e criando as melhores oportunidades do time pela lateral esquerda. Em duas oportunidades ele cruzou e "Don Fredon" cabeceou na trave e na outra original o gol de Samuel depois de uma blitz tricolor.

Segunda etapa veio e com ela veio o cansaço. O time vem cansando na segunda etapa.  Uns pela idade que não permite mais jogar dois tempos como Felipe, por exemplo e outros que que correram demais e outros que a forma física não vem ajudando. Com isso, trazemos para nosso campo as ameaças do adversário.

Primeiro um penalti que Gum, infantilmente põe a mão na bola. Sorte que Cavalieri estava inspirado e o gordinho do Goiás não. Ponto para o nosso goleiro que ainda viria a fazer mais duas difíceis defesas.

Nosso técnico tentou dar mais velocidade nessa saída de bola, mas foi surpreendido pela contusão do Deco e pela displicência do Marco junio.

Foi pouco, mas foi. Importante é vencer. E vencendo volta a confiança, volta a alegria e o apoio da torcida. 

Resumindo: Encaminhamos a classificação e com atenção, sabedoria e sem se acovardar podemos voltar do Serra Dourada com a vaga para as quartas de final na bagagem, pois sabemos que nem todo dia é dia de "São" Cavalieri.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.