quarta-feira, maio 15, 2013

O gol de barriga em livro




Na próxima segunda-feira, dia 20 de maio, será lançado o terceiro livro de nosso cronista Paulo-Roberto Andel no centro do Rio de Janeiro.

E não é uma história qualquer: trata-se do campeonato que, para muitos, teve aquele que é considerado o maior Fla-Flu da história – ou, no mínimo, um dos três maiores -, disputado em 25/06/1995 e que rendeu ao Fluminense o título histórico de “Campeão do Centenário” – alusão aos 100 anos do clube de regatas completados à época. Melhor dizendo, o Fla-Flu do também histórico gol de barriga de Renato Gaúcho, 3 x 2. Até hoje, esta brilhante vitória tricolor permanecia inédita em livro – agora não será mais.



Para os mais jovens ou que não acompanharam bem o processo naqueles tempos, fica no ar a imaginação de que tudo não passou de sorte, acaso, uma zebra. Muito longe disso: além de ter disputado quatro clássicos contra o rival sem perder nenhum, o Flu ainda ficou invicto nas 12 últimas rodadas do campeonato, conseguido tirar uma diferença de oito pontos na vantagem do rival. Jogava a última partida do campeonato precisando vencer de qualquer maneira. E terminou o jogo com apenas oito jogadores em campo. Ah, do outro lado do campo, simplesmente o rival tinha ninguém menos do que Romário, então melhor jogador do mundo na premiação da FIFA, artilheiro e tetracampeão pela seleção brasileira na Copa dos Estados Unidos, 1994.

Em “1995 – O Campeão do Centenário”, Paulo usa seu estilo literário único e revela os lances e os bastidores de todas as partidas da competição, a formação do time, as ameaças de crise, os momentos de dificuldade e dúvida, a reação impressionante de quem eternamente não conta com o favoritismo da imprensa e, claro, a emocionante partida final em um relato de 15 páginas – tudo bem diferente do que a imprensa convencional tenta impor. Imperdível para todos aqueles que conhecem a magia – e, claro, a supremacia tricolor – do Fla-Flu. Tudo isso num dos títulos mais importantes da história do Fluminense, naquele tempo em quase inéditos nove anos sem título (antes disso, tal jejum se viu apenas nos anos 30). O prefácio é de Wagner Victer, presidente da CEDAE. O posfácio ficou por conta de Aílton – agora, personagem de livro, com seus dois dribles desconcertantes em Charles Guerreiro e o chute que Renato desviou para transformá-lo no maior gol de todos os tempos. O livro tem 188 páginas, incluindo as fichas técnicas de todos os jogos da competição.

O lançamento será na Editora Multifoco – Avenida Mem de Sá, 126 – Lapa – às 18.45 h. No mesmo espaço, acontecerá a gravação do programa PANORAMA TRICOLOR pela primeira vez com a plateia presente. Assim, a programação será vasta para celebrar os heróis de 1995, os heróis de um centenário inigualável.


Tricolores do inferno ao céu, todos mais do que convidados. O motivo é importante.




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.